22 de mar de 2008

21 de mar de 2008

O tipo do 5º frente parece que não vai pedalar tão cedo...

Jardim do Torel

Bela Sexta-feira de Páscoa que este Sol de Primavera aqueceu, pensei eu e montes de ciclistas que encontrei pela voltinha que fiz por Lisboa. Comecei no Fonte Nova e segui para Sete Rios, Praça de Espanha, Saldanha, Picoas, Campo dos Mártires da Pátria, sempre numa de passeio e apreciando a paisagem. Nesse jardim sito no Campo dos Mártires da Pátria, encontrei uns belos exemplares de frangos da Guia, daqueles assadinhos e bem deliciosos, só que ainda vivos. Mas tem a sua piada encontrar galinhas, patos, gansos à solta dentro da cidade.

Galinhas

Daí apontei para o miradouro do Jardim do Torel, miradouro pouco conhecido tanto pelos alfacinhas como pelos turistas, e que a localização meio escondida também contribui. Eis algumas imagens do Torel e da sua vista:

Torel 4

Torel 3

Torel 2

Torel 1

Daí apontei para Sul em direção à baixa, e após umas descidas bem inclinadas dei de caras com o Teatro Dona Maria, sempre rodeado por pessoal de várias comunidades africanas e países de África.

Teeatro Dona Maria

Lá insisti indo para Sul rodeado por outros ciclistas que aproveitavam este belo dia, atravessei moles de espanhóis na Rua Augusta que como de costume invadem Portugal na Páscoa, e só parei junto ao Tejo.

E toca de regressar, porque já era 13 horas e a fominha estava a aparecer. E sempre foram 16 Km de calorias que foram à vida.


20 de mar de 2008

Estacionamento na Estação Central de Hague (Haia?)


Parque enorme só de bicicletas. Imaginem se fosse só de carros como acontece em lisboa...

Fonte e foto no tamanho original

19 de mar de 2008

Dude, buy a bike!

Para quem discorda da criação de ciclovias por não favorecerem a segurança

in Globo.com:
...A implantação de ciclovias em Ubatuba, a 224 km de São Paulo, fez com que em três anos o número de acidentes de trânsito envolvendo bicicletas fosse reduzido em 88% na cidade. Em 2005, no início da implantação das vias, foram registrados 25 acidentes por semana no município envolvendo ciclistas. Agora esse número caiu para três....


Eis porque apoio a construção de ciclovias em eixos importantes de acesso e dentro de Lisboa, como centro da Amadora até Sete Rios pela Elias Garcia e Estrada de Benfica ou de Cascais até Algés junto à marginal.

14 de mar de 2008

Lisboa tem pouca inclinação para pedalar

No Destak vem hoje uma artigo sobre usar a bicicleta como meio de locomoção em Lisboa, do Eng. Paulo Guerra dos Santos. Este utilizado de bicicleta propõe-se a pedalar por 100 dias em Lisboa para um estudo seu, documentado no seu blogue 100 dias de bicicleta na cidade de Lisboa.
Neste artigo publicado, o Paulo Guerra faz um balanço dos seus primeiros 50 dias e vem desmentir a ideia de que Lisboa não presta para as bicicletas devido às suas inclinações, argumentando ele que 2/3 de Lisboa tem pouca inclinação. Clique na imagem para ler melhor o artigo.


Paulo Guerra

2 de mar de 2008

Conhecendo a Serra de Carnaxide

Este fim de semana estive numa de trocar o carro pela burra nas minhas deslocações. Precisei de ir ver um familiar ao Hospital da Luz no Sábado, em vez de ir queimar gasolina, chatear-me com as filas junto ao Colombo, pagar pelo estacionamento no Hospital, optei pela burra. Tive de a deixar amarrada às grades do portão em frente à entrada principal porque do lado de dentro é proibido! Ou pelo menos faz impressão ao segurança que não está habituado a verem chegar utentes ou visitas de bicicleta.

Já no Domingo, foi dia de troca de filmes sacados da net, lá fui até Massamá indo pela Reboleira, Amadora, Queluz, Queluz de Baixo e Massamá. É um percurso citadino que se faz bem especialmente com bom tempo como o que esteve este fim de semana. Já no regresso aquando da passagem por Queluz de Baixo, comecei por avaliar a olho a subida à Serra de Carnaxide. É que não estava com muita vontade de dar a volta por Carnaxide, queria atalhar pela Serra, mas
aquilo é uma subida quase a 90º, sem exagerar um bocadinho que seja! Fui mesmo por aí e confirmei o que suspeitava: a bicicleta não tem pedalada para grandes subidas, tive de a empurrar à mão! Tenho de activar a garantia, é o que tem de ser!
Mas é uma bela vista lá de cima, espectacular mesmo! Sintra, Queluz, Amadora, Margem Sul, foz do Tejo e o Mar! E esta vista está apenas reservada a quem vá a pé ou de bike, porque a estrada está fechada para o transito.

Queluz

Amadora

As fotos não são grande coisa, mas não foram tiradas com máquina digital, apenas do telelé. E de lá de cima, é quase sempre a descer! Foi difícil subir a serra, mas valeu a pena!

Fica aqui o mapa do percurso com quase 20 Km.


1 de mar de 2008

Fotos

Quando é que poderemos encontrar uma estrada assim em Portugal?


Eis um belo estacionamento para bicicletas dando a entender que no lugar de um carro, cabem 6 burras. Pena que em Lisboa nunca se verá isto porque iria roubar os lucros à EMEL e à Câmara.


Fotos gamadas do The Copenhagen Bike Culture Blog