28 de jun de 2008

14 de jun de 2008

Só para relembrar, parte 2

Nunca ninguém verá uma bicicleta junto a uma bomba de gasolina para atestar o depósito! Nem os ciclistas sofrerão com bloqueios dos camionistas arruaçeiros, nem com a subida dos preços dos combustíveis para enriquecimento das petrolíferas, nem ficam encostadas à berma por falta de gasóleo :)

Incompatibilidades 2

Tentem descobrir a diferença

Proibido estacionamento

A diferença é que o carro vermelho ou um outro veículo qualquer de 4 rodas, pode (devia) ser multado por estar ali estacionado. Quanto à bicicleta, ninguem vai chatear o dono por ela ali estar, desde que não estorve, claro.
É só mais uma vantagem de levar a bicicleta para a cidade :)

Só para relembrar...

As bicicletas e a EMEL são incompatíveis! A bicicleta pode estacionar em quase qualquer lado, sem haver necessidade de tirar ticket da EMEL, nem os chulos da EMEL podem multar ou rebocar as bicicletas. Para quem anda a sustentar a EMEL, pensem quanto poupariam ao fim do mês se viessem de bicicleta :)

Incompatibilidades

Damaia - Baixa e regresso, com upgrades pelo meio

Belo Sábado, um pouco quente demais para andar a passear ao sol mas mesmo assim estava com a "pica" de pedalar, coisa que me dá quando fico alguns dias sem me sentar no seu selim. Antes de arrancar, fiz um valioso upgrade na minha burra, fazendo com que ela possa valer monetariamente mais do dobro de quando a comprei! Reparem bem no autocolante que coloquei no quadro, não é lindo??


Upgrade na minha burra

Lá fui pela Damaia abaixo e em Benfica aconteceu o momento cultural do dia, quando absorvi as primeiras páginas de todos os jornais e de muitas revistas em exposição. Sem saber para onde iria, continuei em direção a Sete Rios e virei para a José Malhoa onde encontrei esta bicicleta devidamente estacionada junto às torres gêmeas:

Como prender um bike, 2

Atentem no pormenor do selim preso ao cadeado!

Como prender um bike, 1

Reparei que em Barcelona, quando lá estive o ano passado, era raro ver uma bicicleta estacionada com o selim posto. Ou era removido pelo dono ou roubado. Com o exemplo acima, nem o dono precisa de andar com o selim no bolso nem é roubado :)

Continuei pelo Bairro Azul, Augusto Aguiar, Marquês e terminando na Baixa, e fui reparando que cada vez se vê mais gente a optar pela bicicleta nos seus passeios. Sem capacete, nas calmas, apreciando a liberdade que é andar por todo o lado sem constragimentos. Ao passar junto à Camara Municipal apoveitei para fazer o segundo upgrade à burra.

Upgrade na minha burra

Agora já posso ir às compras com a minha burra, pois já ela já tem um local para carregar os alforges! E os tipos da Biclas foram porreiros pois fixaram aquele zingarelho na burra com os seus parafusos, cobrando apenas aquela estrutura. Não encontrei foi a tasca do Pereira onde o Xiclista tira aquelas fotos dos pratos apetitosos, fica para a próxima.

Aqui fica o percurso dos 23,5 Km, um pouco mais duros devido ao sol e calor do meio dia que incidia diretamente na minha bela cabeça....

Baixa

Tenho a leve impressão que o gajo é capaz de ser franciú...


Imagem roubada do Copenhagen Chic Cycle

11 de jun de 2008

Pequeno resumo da semana

As bicicletas e os seus utilizadores ganharam um novo aliado! Não me refiro aos especuladores do petróleo, nem aos camionistas e suas greves, refiro-me ao Augusto Cymbron, presidente da Anarec! Transcrevo suas palavras que estão reproduzidas no Portugal Diário:

«2008 será um ano catastrófico se o Governo não tomar medidas urgentes» e avisa que para já «o melhor é os portugueses comprarem uma bicicleta».

Façam lá a vontade ao homem, poupem nos combustíveis, poupem na poluição, poupem nos estacionamentos, ganhem na saúde, ganhem no físico, ganhem na qualidade de vida!
E obrigado Hugo pela informação.



Outro pequeno assunto que quero partilhar com quem quer perder tempo a vir aqui: hoje fiz a boa ação ciclística do dia! Em conversa com uma senhora num prédio onde tinha ido trabalhar, ela confidenciou-me que tinha vendido o seu "latas" e o substituído por uma "burra" azul. Mas que estava avarida na roda pedaleira e ia levá-la a uma loja para a reparem. Disse-lhe que isso é que não e insisti que lha arranjava já ali! E assim foi, bicicleta arranjada e afinada em altura para que não cansasse as pernas enquanto pedavala!! Boa acção do dia!



Já agora deixo aqui um convite aos cibernautas para darem uma visitinha ao Ma Fyn Bach, outro apaixonado pelas bicicletas e que comenta o que vê entre outros assuntos, no seu blogue.



Para terminar desaconselho o Xiclista a vir aqui e aqui, pois como anti-lampião pode não gostar dos cartoons... :)

E boas pedaladas a todos!

3 de jun de 2008

Não percebo como haja quem não goste do ciclismo! Não percebo!


Fonte: O Xiclista

México, 1 morto e 9 feridos...


Condutor bebado limpou estes ciclistas todos duma vez só. Polícia ao lado a ver a cena...

Fonte: Pedaleiro

Podcast da entrevista

Deixo aqui disponível para quem queira, o podcast da entrevista que fiz para o programa Podtec do Radio Club Portugues, emitido na zona do Porto.
E fica aqui um agradecimento ao Filipe Caetano, o jornalista que teve a paciencia de me ouvir.

1 de jun de 2008

IKEA testa nova modalidade com bicicletas

O IKEA na Dinamarca está a testar uma nova modalidade em que empresta, friso a palavra empresta, bicicletas com um carrinho para transporte de cargas, para que os seus clientes possam levar a mercadoria para suas casas.




Se a coisa correr bem, em princípio este modelo será exportado para outros países "amigos" das bicicletas. Bem que gostaria de ver isto acontecer aqui no IKEA de Alfragide, mas a sua localização não é das melhores para se andar de bicicleta...
Mais pormenores no Copenhagenize!

Entrevista na Radio Club Portugues

Se estiverem aí pelo Porto ou arredores, não deixem de ouvir a Rádio Club Português amanhã pelas 15 horas. Sairá uma entrevista sobre bicicletas e a sua utilização em Lisboa e outras cidades, onde serei entrevistado pelo jornalista Filipe Caetano.

Marginal sem carros

Não conhecia este dia de festa produzido pela Câmara de Oeiras em que fecham ao transito a marginal dentro do seu município e convidam todos os que queiram fazer exercício e gozar o domingo, a passear por esta bela via. Fiquei bastante surpreso pela imensa mole humana que se alastrava pela marginal, sem dúvida milhares e milhares de pessoas que a pé, bicicleta, patins, skate, trotinete, e até em veículos eléctricos como a segway, se arrastavam por essa avenida. Para mim e para o CrimsonTux que me acompanhou, tornou-se difícil pedalar por entre tanta gente, nem imaginam qual era a dificuldade em fazer uma simples ultrapassagem de bicicleta! Em certas zonas da marginal, a quantidade de gente fazia parecer a Rua Augusta em hora de almoço, um deserto do Saara. Fica aqui algumas fotos tiradas por lá:

Marginal - Oeiras 5

Marginal - Oeiras 4

Marginal - Oeiras 2

Marginal - Oeiras 1

Claro que isto é uma boa iniciativa da Câmara que devemos aplaudir e é bem recebida pela maioria da população que pelos vistos adere em massa. Pelo meio aparecem outras iniciativas viradas para a criança já que hoje é o seu Dia, o que também calha bem. Algumas notas negativas que retive foi a quantidade de pessoas que andavam a distribuir publicidade de toda a merda, desde Erbalife a Remais. Pior que isso é saber que a marginal já se tornava estreita para tanta gente e aparecer uns palhaços sem nariz vermelho, estacionar um camião a ocupar mais de metade da largura da avenida, colocar ruídos em altos decibéis, só para fazer publicidade a uma qualquer academia de ginástica ou lá o que fosse aquela merda! As pessoas até fugiam de lá tal era o barulho. Foi um abuso.

Marginal - Oeiras 3

Pena é ser apenas umas horas por ano, bom mas bom mesmo, era fechar toda a marginal todos os fins de semana do ano... :)

Deixo ainda aqui um filminho feito lá só para dar uma ideia do ambiente: