28 de set de 2008

Bela imagem: paisagem, bicicleta e beldade.

Já mandei vir uma destas....


...para assim poder acompanhar o Xiclista numa das suas voltinhas.

Com depósito muito energético

Passeio pela marginal

Para comemorar o fim do Verão fui dar um pequeno passeio este Sábado pela Marginal, umas das mais belas estradas da Europa mas ainda muito perigosa para os amantes das pedaladas, embora seja muito concorrida por eles. Começei em Paço de Arcos ainda pela fresca da manhã e já eram nove horas! Pelas praias que fui percorrendo pouca gente encontrei, mas quanto aos amantes das ecológicas viaturas de duas rodas e pedais, eram bastantes e alguns já vinham de regresso de Cascais, como este da foto:

Marginal 3

Já no município de Cascais encontrei um pequeno percurso de terra batida com pequenas pontes de madeira que convidam a um belo passeio, seja de bike ou a pé. Bom trabalho, Cascais!

Marginal 2

E eram dezenas os ciclistas com quem já me tinha cruzado neste meu pequeno passeio, pormenor interessante é que iam todos mais rápido que eu, vá lá saber-se porquê...

Marginal 1

Já na chegada ao Estoril tirei esta foto para mostrar a estupidez de existir uma via rápida dentro duma localidade. Pequenos passeios cheios de obstáculos, havendo situações em que os carrinhos de crianças tem de sair do passeio devido a sinais ou árvores existentes no mesmo, e carros a acelerarem dentro da localidade.

Estoril, Marginal

E eis o belo Estoril, vendo-se o "castelo" da praia do Tamariz e na foto seguinte, a minha burra branca com o Casino ao fundo.

Estoril, Tamariz

Estoril

Por esta altura, a temperatura já era agradável e rapidamente cheguei a Cascais passando pela subida do Monte Estoril. Eis a estação de comboios e o fim da marginal, hora de passear pela vila favorita do Rei D. Carlos.

Entrada de Cascais

Fica aqui apenas uma foto da cidadela de Cascais, algumas já coloquei anteriormente neste blogue, mas quem quiser ver mais e deleitar-se com esta cidade, nada como vir até cá....

Cascais

E lá dei umas voltinhas pelo interior da cidade para conhecer as ruas, e aviso já que tem de ser feito a pé ou de bicicleta pois de carro é impossível por haver muitas ruas fechadas e bem, ao transito. Hora do regresso e vai de fazer todo o percurso no sentido contrário, e assim lá foram 26 quilómetros de puro passeio e prazer...

Marginal

16 de set de 2008

Estacionamento com arte


Algures do Flickr

14 de set de 2008

Marginal Sem Carros já este dia 21

Retirado do site oficial da Câmara de Oeiras:

O tradicional “Marginal Sem Carros” tem lugar no dia 21, das 10H00 às 13H00, entre Caxias e Oeiras, oferecendo à população, de todas as idades, uma oportunidade para usufruir daquela estrada sem trânsito automóvel, com todos os benefícios ambientais, de saúde e paisagísticos que o evento proporciona.


Que esperam? Bora lá pedalar um pouco e comemorar a iniciativa!

10 de set de 2008

Contratempos

Não tenho escrito muito por aqui, mas as minhas voltas tem sido tão pequenas que quase nem merecem ser mencionadas. Na ultima sexta-feira optei por ir almoçar fora, na Avenida Marquês de Tomar e claro que o meio de transporte escolhido para me levar da Damaia até ao local, tinha de ser a minha burra. É uma volta pequena que demora apenas meia hora, passando por Benfica, Fonte Nova, Sete Rios, Praça de Espanha, Avenida de Berna e por fim Marquês de Tomar. E assim ficou amarradinha e bem à vista do local onde almocei.

Marquês Tomar

E não devo ter sido só eu porque já havia outra amarrada e sem selim, não vá alguém passar por ela e sem querer levá-lo...

Marquês Tomar 2

No regresso tive direito a ganhar o meu primeiro furo, o que significou ter tido boleia para casa. Pelos visto é mais perigoso andar pelas avenidas onde são lançados para a rua todo o tipo de pionés, do que andar pelo Monsanto a trepar encostas cheia de pedras afiadas. Já em casa deu para ver 3 crateras provocadas por um único pionés! Isto de remendar furos e ter camaras de ar cheia de remendos, fez me lembrar as minhas bicicletas da juventude que quase não se sabia de que cor era a borracha, tantos os remendos tinham!

Primeiro furo

E após a roda remendada e cheia de ar, deixei-a a convalescer, coitada. Pior foi encontrá-la horas depois novamente vazia! Ou já não sei remendar buracos ou a coisa era mais grave do que pensava. Pelo sim, pelo não, vou comprar outra camara de ar...

E boas pedalas!

7 de set de 2008

5 de set de 2008

1 de set de 2008

Eis uma bela... bicicleta!


Não é só o Xiclista que tem imagens de bonitas bicicletas, aqui também as há!