10 de nov de 2007

Damaia - Massamá

Além do passeio, quis juntar o útil e ir tratar duns assuntos a Massamá, substituindo o carro pela minha bina. E criar um pouco de ciúmes ao futuro ciclista que há dentro do meu irmão. Pode ser que agora ele o deixe sair de dentro dele :)
Optei por ir por Alfragide, seguindo depois até Carnaxide e aí apanhar a estrada até Queluz de Baixo. Não contava de apanhar tantas subidas e quase que ia deixando os pulmões e o coração pelo caminho, mas acabei por demorar cerca de 35 minutos até lá chegar.


O regresso foi ligeiramente diferente, apanhei mesmo uns atalhos até porque não me sentia muito bem disposto. Penso que fiz um pouco de esforço a mais no pedal após ter tomado o pequeno almoço. Chegando ao Pancinhas em Queluz de Baixo, apanha-se uma rua estreita com forte inclinação e atalha-se umas centenas de metros até apanhar novamente a estrada para Carnaxide.

Da próxima vez tentarei ir pelas estradas dos cemitérios junto ao Continente para sair logo pertinho de Queluz de Baixo. embora não haja estradas que façam todo esse percurso, há marcas de caminhos que merecem ser testados.

E amanhã logo se verá...

3 comentários:

CrimsonTuxer disse...

Deves ter ficado mesmo mal disposto, pois até confundes Tercena com Massama... Até são concelhos diferentes!
Sempre pensei que fosse complicado fazer esse caminho, mas creio que acaba por ser uma questão de por a bicla na estrada e avançar sem medos

RedTuxer disse...

Mas fiquei mesmo avariado, já não deu para confirmar outros caminhos...

Anônimo disse...

Faço muitas vezes Lisboa/Massamá e demoro apenas 36 min sem grandes corridas num dia de semana normal. O que sugiro é que faça sempre o caminho mais curto. Para chegar ao centro de Lisboa desde Massamá o ideal é ir por queluz (quatro caminhos), chimarrão, a primeira e unica subida, semaforos da amadora, venda nova, benfica, sete rios, e por aí fora...