14 de abr de 2008

Tercena, Valejas e Queluz...

A equipa do Tux Vermelho, ou mais corretamente metade dela, resolveu dar uma voltinha pelas redondezas de Queluz de Baixo para conhecer os cantos à zona. Tempo um pouco feio e por isso foi uma volta apenas para que as correntes não apanhassem ferrugem. Começámos em Tercena e fomos até ao alto dum morro em Valejas, subida quase igual à da Serra da Estrela, que o digam os pulmões e depois um salto a Queluz de Baixo, Valejas novamente e bater o terreno a Tercena.

Barcarena ao fundo, tirado de cima do morro da Galp:

Barcarena

Descansando

Em Queluz de Baixo encontrámos estas nêsperas apetitosas num parque público! Muito boas, pode ser que lá voltemos. Em Lisboa há centenas ou milhares de nespereiras cujo fruto amadurece e cai de podre sem que ninguém o apanhe, e depois muitos dos possuidores destas árvores preferem ir comprar as nêsperas aos centros comercias! Estes alfacinhas são loucos!!

Nespereira

Gamando nêsperas

Nêsperas

Em Valejas encontrámos estas aberrações da Câmara: neste passeio com cerca de 1 metro de largura acharam por bem colocar o poste dos sinais luminosos bem no meio do passeio. Agora imaginem alguém com um carrinho de criança ou, pior ainda, alguém de cadeira de rodas! Por onde passaria??

Valejas

Outro caso em que o passeio já tem um pouco mais de 1 metro de largura e a Câmara na sua ânsia do verde ecológico, resolveu plantar árvores ao longo da avenida que vai para Tercena. Nada contra, árvores fazem sempre falta! Mas logo no passeio onde as pessoas devem caminhar? E onde passaria alguem de cadeira de rodas? Na estrada, pois claro!

Tercena

Foram apenas 8 miseráveis quilómetros mas com uma subida terrível. Até à próxima...

Percurso por Queluz, Valejas e Tercena

Um comentário:

Troca Letras disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.