31 de mai de 2008

Feira do Livro

Hoje estava meio indeciso sobre o percurso que iria fazer. Pesava as hipóteses: Ir até Sintra, trepar a Serra e regressar; Ir a Vila Franca, Azambuja, Santarém e voltar, assim à Xiclista; Fazer a circum navegação à área metropolitana de Lisboa; Ir a Setubal, comer uns chocos e voltar;.... Pensei, reflecti e acabei por decidir! Fui até à Feira do Livro e regressei. O percurso foi aos zigues zagues para eu poder passar por algumas tasquinhas e quiosques para ver os jornais.
Eis duas fotos tiradas da parte de cima da Feira, no Parque Eduardo VII:

Parque Eduardo VII

Parque Eduardo VII

Só que ao chegar lá ao cimo, numa mudança de direção com uma inclinação de quase 90º bem medidos, tive de fazer umas reduções de velocidade à pressa enquanto dava ao pedal com força e lá torci a cremalheira do meio! Tal foi a força da pedadala! Ou talvez o material é que não vale um peido... E não partir a corrente já foi sorte.
Já em casa agarrei naquela ferramenta que tudo faz como o canivete suiço, o chamado martelo e o milagre aconteceu, tudo direitinho! Ou quase... E aproveitei afinei travões, mudanças e passei uma leve lubrificação na corrente.
Seja como for, parece que está tudo em ordem para amanhã ir até á marginal e aproveitar o fecho dela aos carros entre as 10 e as 13 horas, de Algés a Oeiras.

Bike

E boas pedaladas...

3 comentários:

carneiro disse...

Olha que ir a Vilafranca de Xira comer um bife de toiro bravo ou a setubal comer uns chocos fritos não é coisa muito grave.

No primeiro caso, de Sacavém - Ponte do Trancão - até Xira são 23 Km: Uma horita a andar devagar. Almoça-se e mais uma hora para cá. Aquilo só tem uma subidita. A colina de S.João da Talha.

Para Setubal são 40 Km desde Cacilhas. Duas horas para cada lado. è certo que tem duas colinas grandes pelo meio. Mas anda-se mais devagar. Se começares a ir almoçar a esses locais, vais ver que alargas os Km com naturalidade e daqui a dois meses já vamos almoçar uma sopa de pedra a Almeirim e voltamos à tarde.

Muito em breve, as voltinhas domingueiras vão ser de bicicleta. Os governos vão racionar o combustível. É o passo seguinte.

carneiro disse...

outra coisa referente á avaria: O martelo é a chamada "chave-portuguesa" (há a francesa, a inglesa e a nossa)

RedTuxer disse...

Isso de ir a Almeirim comer uma sopa da pedra é capaz de não ser lá muito bom. Um gajo chega lá cansado, come a sopa e tem de trazer a pedra dse volta, ainda vai custar um bocadinho :)