1 de jun de 2008

Marginal sem carros

Não conhecia este dia de festa produzido pela Câmara de Oeiras em que fecham ao transito a marginal dentro do seu município e convidam todos os que queiram fazer exercício e gozar o domingo, a passear por esta bela via. Fiquei bastante surpreso pela imensa mole humana que se alastrava pela marginal, sem dúvida milhares e milhares de pessoas que a pé, bicicleta, patins, skate, trotinete, e até em veículos eléctricos como a segway, se arrastavam por essa avenida. Para mim e para o CrimsonTux que me acompanhou, tornou-se difícil pedalar por entre tanta gente, nem imaginam qual era a dificuldade em fazer uma simples ultrapassagem de bicicleta! Em certas zonas da marginal, a quantidade de gente fazia parecer a Rua Augusta em hora de almoço, um deserto do Saara. Fica aqui algumas fotos tiradas por lá:

Marginal - Oeiras 5

Marginal - Oeiras 4

Marginal - Oeiras 2

Marginal - Oeiras 1

Claro que isto é uma boa iniciativa da Câmara que devemos aplaudir e é bem recebida pela maioria da população que pelos vistos adere em massa. Pelo meio aparecem outras iniciativas viradas para a criança já que hoje é o seu Dia, o que também calha bem. Algumas notas negativas que retive foi a quantidade de pessoas que andavam a distribuir publicidade de toda a merda, desde Erbalife a Remais. Pior que isso é saber que a marginal já se tornava estreita para tanta gente e aparecer uns palhaços sem nariz vermelho, estacionar um camião a ocupar mais de metade da largura da avenida, colocar ruídos em altos decibéis, só para fazer publicidade a uma qualquer academia de ginástica ou lá o que fosse aquela merda! As pessoas até fugiam de lá tal era o barulho. Foi um abuso.

Marginal - Oeiras 3

Pena é ser apenas umas horas por ano, bom mas bom mesmo, era fechar toda a marginal todos os fins de semana do ano... :)

Deixo ainda aqui um filminho feito lá só para dar uma ideia do ambiente:




4 comentários:

carneiro disse...

Amigo,

Já não vou lá há anos. De bicicleta é mais perigoso do que nos dias de transito automóvel. èr que os carros ainda cumprem algumas regras.

O povo a pé é indisciplinado, incivilizado, desrespeitador dos outros.

Será uma jornada pedestre excelente. Mas para promover a bicicleta é um desastre.

RedTuxer disse...

Dou-te toda a razão! Para bicicleta é um desastre! Nem mesmo para andar a passear devagar nela serve! Mas vale pela ideia e pela poluição que não existe nessas horas.

Gonças disse...

Sem dúvida. A organização ainda tentou definir algumas regras: haviam faixas definidas para ciclistas e outras para que ia a pé, mas o povão pensa que segurança rodoviária e cumprimento de regras de circulação é só quando andam enlatados (e mesmo assim). Mais umas achegas: Para quem diz que uma zona fica deserta (comércio) qdo não há acesso para carros só pode ser ceguinho nestes dias! Muita gente foi pedalar, caminhar, andar, etc, mas o carrinho estava lá em massa nos acessos à marginal....a ocupar espaço público. No fim, ia a circular com o meu filho na bicicleta (e com a bici dele a reboque) quando aparece alguém da organização com um megafone aos gritos para sair da via porque iam abrir a marginal!!!! SAIR DA VIA?? Vou ter mais cuidado, mas tenho direito a circular na via de bicicleta fui-lhe dizer. "Você é que sabe" foi a resposta...enfim. Parabéns pelo blog, e pela inteligência e gosto de andar de bicicleta no dia-a-dia...abraço
GPAIS (mafynbach.blogspot.com)

RedTuxer disse...

Gostava de ainda poder ver toda a baixa e Avenida da Liberdade permanentemente fechadas ao transito, como acontece em outras grandes cidades europeias. Será que haverá coragem para algum político avançar com essa situação? O mais certo é virem com a desculpa que o comércio perde com o fecho de transito, que será o caos, etc. E depois vemos como a coisa funciona em Barcelona, Amestardam, Copenhaga, Florença, etc....

Adicionei o teu blogue à lista :)

RedTuxer